24 maio 2011

{Resenha} Um Amor para Recordar

Cada mês de abril, quando o vento sopra do mar e se mistura com o perfume de violetas, Landon Carter recorda seu último ano na High Beaufort. Isso era 1958, e Landon já tinha namorado uma ou duas meninas. Ele sempre jurou que já tinha se apaixonado antes. Certamente a última pessoa na cidade que pensava em se apaixonar era Jamie Sullivan, a filha do pastor da Igreja Batista da cidade. A menina quieta que carregava sempre uma Bíblia com seus materiais escolares. Jamie parecia contente em viver num mundo diferente dos outros adolescentes. Ela cuidava de seu pai viúvo, salvava os animais machucados, e auxiliava o orfanato local. Nenhum menino havia a convidado para sair. Nem Landon havia sonhado com isso. Em seguida, uma reviravolta do destino fez de Jamie sua parceira para o baile, e a vida de Landon Carter nunca mais foi a mesma.
Com certeza você já deve ter visto ou pelo menos escutado alguém comentar sobre o filme "Um Amor para Recordar" (A Walk To Remember). Um filme extremamente lindo e tocante, me fez chorar as 3 vezes que eu assisti e com certeza não fui a única. Mas nessa última semana tive a oportunidade de ler a obra de Nicholas Sparks, lançamento da Novo Conceito, que inspirou o filme e até mesmo os criadores de Malhação, que em 2004 trouxeram uma versão da novela extremamente parecida com o filme.

O filme, apesar de baseado no livro, tem diferenças gritantes, e muitos itens não existentes no livro. Landon é sim um adolescente um tanto desmiolado, mas não um denliquente juvenil como no filme, e é o que já diferencia a forma como ele e Jamie vieram a trabalhar juntos. A história se passa em 1958 pra 1589, e é narrada pelo próprio Landon mais velho.

Nada de 500 personagens fazendo com que você se pergunte "Quem????" a cada nome que surge, apenas os personagens essenciais para dar rumo aos acontecimentos, que acontecem naturalmente num ritmo perfeito. Um livro de fácil leitura, bem elaborado e sem palavras complicadas.

O livro traz lições muito bonitas para se refletir. Uma delas é o amor ao próximo. Jamie "renunciou" a si mesma para fazer o bem aos outros, mesmo sendo caçoada disso, que é outro ponto da história. O bullying que os colegas do colégio de Jamie e até mesmo Landon praticavam com ela, e quando perceberam que o que faziam eram errado, já era quase tarde demais. Resumindo, pense bem no que você faz hoje pois o amanhã é desconhecido, e muitas vezes aquela pessoa que você riu pode ser a pessoa que vai te ajudar futuramente.

O ponto mais bonito, sem dúvidas, é o relacionamento de Jamie e Landon, como o amor transformou a vida de Landon e as atitudes dele para com Jamie. É realmente emocionante, por você poder acompanhar todo o desenrolar da história, e sentir a intensidade do amor dos dois, a cumplicidade, a vontade de fazer a felicidade do outro não importa o que o mundo vá pensar disso, que me fez lembrar muito as últimas frases do livro "Querido John", onde John diz que descobriu o que era o amor.

Não fui poupada da emoção, e mais uma vez vim a chorar. Quem pensa que livro não comove é porque nunca teve oportunidade de ler Um Amor para Recordar. E tanto para quem não viu o filme ou quem viu, vale super a pena ler este livro, com certeza tem muito a acrescentar em nossas vidas, sem contar que é um livro que vale a pena ser lido.
Se perguntando porque não tem promoção? Calma calma, nem tudo está perdido! Como o número de comentários do blog anda muito baixo, resolvi que só sortearei o kit do livro "Um Amor para Recordar" se essa resenha tiver pelo menos 15 comentários, ok? Fica a dica!

8 comentários:

Nina e Rafa disse...

Eu gosto mto dessa história! =D

Carolp disse...

eu sou um et que nunca assistiu o filme ASAÇDASKL a história parece ser muito linda

Bodinho disse...

Carol, pq vc fica falando pleonasmos?
tidos sabem que vc é filha da K. Perry com a L Gaga!!!
Quanto ao livro, nunca, li e nem nunca vi o filme!!!
bjs
Adorei a resenha
www.opastodobode.com.br

Anônimo disse...

ahhhhhhhh, eu ja vi o filme um milhão de vezes e ainda nao cansei! quem sao esses anormais que nunca viram um amor pra recordar OMG! kkk
vamos, vamos sorteia logo! ^^

Leila Ice Girl disse...

O filme é maravilhoso, tens razão, muito emocionante e cheio de pequenas lições. ainda não li o livro mas acredito que seja igualmente bom!

Iza disse...

adoro esse filme, sério, tipo um dos meus MAIS MAIS e olha que nem sou tão romântica assim. tô doida para ler o livro :**

Mariana dos Santos Bezerra disse...

Amei a resenha que você fez, estou louca para ler esse livro.

Raizza Fiorotto disse...

Eu sempre choro nesse filme, e olha que sou casca grossa. Não sabia que tinha livro, fiquei com vontade :D

Tecnologia do Blogger.

Amanda, ou Tama, ariana de 17 anos. Formanda, viciada em muitas coisas, projeto de geek e chata de coturnos, porque galocha não é legal.

Instagram

Dê um like!

Seguidores

Assine os feeds

Parceiros

No seu blog

Arquivos