01 abril 2012

Que a sorte esteja sempre ao seu favor!

Meu ingresso e minha unha feia sem fazer weee~

Sábado, 31 de março de 2012, eu, Amanda Abreu, vulgo Tama, assisti ao filme Jogos Vorazes (The Hunger Games). Desde que fiz minha pseudo-resenha do livro, passei os dias me corroendo e tretando desesperadamente pra conseguir ir à Campos assistir ao filme. Finalmente consegui, e eu e meus amigos (Carol, Luann, Eliéser e Hiago) nos aventuramos. Além de ver ao filme, comemos horrores (sério gente, não posso ver uma praça de alimentação) e nos divertimos no fliperama. Deu 4:15, e lá fomos nós. Detalhe que toda vez que eu ouvi alguém conversando e decidindo que filme assistir, eu me virava e dizia "Posso me intrometer? Assistam Jogos Vorazes". Yes, I did.

Jogos Vorazes, na minha opinião, é um dos filmes mais fiéis ao livro que eu já assisti. Depois de assistir 8 adaptações de Harry Potter - algumas que ficaram bem fracas - e ao desastre total da adaptação de Percy Jackson "O Ladrão de Raios", fora os muitos outros como "Qual seu número?", obras do Nicholas Sparks etc, acho que estou apta a opinar sobre isso. Fique ciente que você pode encontrar spoilers.

Tenho conseguido deixar meu lado hater bastante de lado, que é um ponto fundamental quando se faz uma review. É óbvio que detalhes vão ser descartados, afinal são algumas 2 horas pra se comprimir 397 páginas com muita ação e muito detalhe. Talvez seja porque a roteirista foi a própria autora da trilogia, mas apenas os detalhes que não faziam diferença foram descartados. Antes de ver o filme eu cheguei a comentar com um amigo "ah, não é a Madge que dá o broche mockingjay pra Katniss", acho que é uma reação normal, porque quem lê o livro sempre vai ficar procurando TODOS os detalhes, mas ao ver o filme por completo, não foi nada que fez diferença na história. O ponto principal do livro e quase todas as cenas durante os jogos foram extremamente fiéis ao livro. 

Desfile dos tributos

O filme tem spoiler do próximo filme, sim. Foi um spoiler muito bem colocado, eu diria. Pra quem leu o livro, já não foi das coisas mais claras saber o que viria em "Em Chamas" (Catching Fire), imagina pra quem só vê o filme? Então acho que a cena em que um dos distritos se revolta durante o jogo, ficou muito bem colocada: foi o ponto "quero mais" para as próximas adaptações. Mas eu ainda acho que o Josh Hutcherson é motivo suficiente pra querer mais. ~chutada~

Poucas coisas que me incomodaram, entre elas a quase nenhuma aparição dos ajudantes de Cinna (estilista da Katniss), que eu achei uma verdadeira graça no livro, e pouquíssimas cenas Katniss x Peeta durante o jogo. No livro essa é uma parte muito destacada, e um dos pontos fundamentais da estratégia de Haymitch, que acabou por deixar a desejar no filme. Algo que eu tenho certeza que incomodou todo mundo, mas por um lado até me deixou feliz, foi o que não aconteceu na cena final da Cornucópia: tanto o detalhe das mutações quanto o que deveria ter acontecido com a perna do Peeta. E claro, a dublagem é horrenda. Se puderem, escolham assistir legendado. Infelizmente eu não tive essa escolha.

Effie diviníssima, Haymitch bêbado igual gambá e Mística Katniss

Fiquei realmente apaixonada pelos figurinos da Capital Capitol forever, mas vou falar o nome certo. Mesmo os figurinistas/maquiadores/whatever não tendo usado a descrição das peles coloridas, eles capricharam nas roupas, maquiagens e penteados. Ficaram incríveis! O cabelo da Caesar é muito legal (Marimoon que se cuide), os figurinos da Effie são divinos, e dá pra se inspirar bastante nas maquiagens da Capital.

Eu poderia continuar falando das outras mil coisas que eu mais amei, mas vou parar por aqui. Em resumo, é um ótimo filme, repito que é uma das adaptações mais fiéis que eu já assisti, o filme tem um ritmo no ponto - nem pacato nem acelerado demais -, e quase tão emocionante quanto o livro. Conseguiu arrancar minhas lágrimas da mesma forma, mas nenhum filme, por mais fiel e incrível que seja, será melhor que um livro, nunca. Se puderem assistir, assistam. Não é simplesmente mais uma trilogia, saga, série, que fez sucesso e ta aí desbancando as bilheterias: há uma história incrível, há livros muito bem trabalhados, e há um filme muito bem feito, que vale a pena ver. Hora de deixarem o lado hater de lado e aprender a apreciar as coisas como elas devem ser apreciadas. Abaixo o trailer do filme, e que a sorte esteja sempre ao seu favor!



5 comentários:

IsaBarros disse...

Ainda não vi o filme, mas tá sendo muito bem elogiado e criticado. Quero vê-lo na segunda! o/

p.s. Primeira vez que visito o blog, e AMEI!
Beijo Tama e que a sorte esteja sempre ao seu favor! rs.

_
http://ascoisinhasdaisa.blogspot.com.br/

Tama disse...

Vê sim, eu to doida pra ver de novo mas não posso! :(
Obrigada pela visita, viu? E que bom que gostou aqui do Banheiro SUAHSUAHSUAHSUASA Volte sempre, e que a sorte esteja sempre ao nosso favor! :3

tblima10 disse...

Nossa Tama, sinto pena por você ter ido ver dublado. Nossa, estão falando muito mal da dublagem... Graças a Deus eu fui assistir legendado bem antes de começarem a comentar sobre a dublagem... Bem, é a primeira vez que eu acesso esse site e adorei!!! Adorei você se intrometendo e divulgando o filme... Eu já fiz isso com Hp, Percy Jackson e, agora, Jogos Vorazes. "É nóis" Tchau!!!

Tama disse...

HSUAHSUAHUSHAU a dublagem é horrenda, na cena da Katniss com a Rue, você não sabe se chora pela cena triste ou pela dublagem péssima da música. Sério, sorte sua poder assistir legendado ):

Obrigada pela visita, e por favor, não deixe de visitar hein? Gosto de comentários assim <3

É noix HSUAHSUHAUSHAHSUAHSUA

Wesley Santos disse...

O livro é ruim assim ou a adaptação é tosca mesmo? Porque virgem, que coisa sem sentido. O filme é sobre a romantização de um jogo sem sentido, que existe em função de uma sociedade alienada por formatos de mídia imbecis e cheios de interesses políticos. Achei o filme um retrato do próprio vilão do filme. Eles colocam aquela heroína cuzona como coitada e as outras pessoas (tão vítima quanto ela) são desfavorecidas pela manipulação do jogo e retratadas como mini psicopatas; é de uma hipocrisia e contradição tão grande que eu não consegui entender se foi de proposito ou não.
Além de que que achei o filme superficial, faltando certo aprofundamento nos personagens; mas eu tenho que dizer que amei o figurino!
E o Josh Hutcherson é motivo mais do que suficiente para eu ver a sequência.

Tecnologia do Blogger.

Amanda, ou Tama, ariana de 17 anos. Formanda, viciada em muitas coisas, projeto de geek e chata de coturnos, porque galocha não é legal.

Instagram

Dê um like!

Seguidores

Assine os feeds

Parceiros

No seu blog

Arquivos