11 junho 2012

Séries novas.. são muito polêmicas!


Bom, acho que todo mundo sabe que eu sou extramente e irrevogavelmente sou a Bella viciada em séries e, como uma boa telespectadora, não pude deixar The Selection passar despercebida.
Aí vai a sinopse:
No século 24, a população é dividida em castas, e todas as garotas sonham com a Selection: uma chance de viverem no palácio e competirem pelo amor do príncipe Maxon. America Singer pretende se casar com Aspen, seu namorado secreto de uma casta inferior. Quando ela é uma das 35 garotas sorteadas para a Selection, pretende deixar bem claro para o príncipe que não tem o menor interesse em ser rainha de um país onde tantos passam fome, e que está sob constante ataque de rebeldes. Mas para sua surpresa, ela e o príncipe aos poucos se tornam próximos, e ela se vê forçada a escolher entre uma vida que achou que havia deixado para trás e um futuro que nunca havia imaginado. 1º volume de uma trilogia que está cotada para virar uma série.
Ok, a capa da série é realmente muito bonita,tanto que se fosse para avaliá-la por isso o poster já ganhava de muitas outras séries que eu já vi por aí,o problema é: a série foi feita pra ser uma "cópia" de The Hunger Games (Jogos Vorazes pros leigos).

Seria isso a pior das tragédias ou a mais divina das bençãos? Se for por elenco, somente o fato de ter o William Moseley (sabe o rei Pedro, o magnífico, de As Crônicas de Nárnia? ENTÃO, ESSE GOSTOSO MESMO! O próprio.) para interpretar Aspen, o namorado secreto da personagem principal, já pontua a série lá em cima, além das outras personagens como a mocinha da estória, America Singer (Aimee Teegarden) e o príncipe Maxon, que é feito por Ethan Peck (lindão,fez 10 coisas que eu odeio em você).


O elenco também conta com atores como Leonor Varela (Rainha Amberly), Sean Patrick (Sylvan Santos, o conselheiro da Rainha), Martin Donavan (Rein Clarkson) etc.

Outro ponto positivo é que a série tem uma saga de livros, sendo o primeiro de mesmo nome, o problema e maior defeito de todos é: os livros chegaram a muito pouco tempo no mercado, na verdade acho que aqui ainda nem chegou, e isso é bem preocupante pois, pelo menos eu penso que, se você vai lançar uma série, o público já deve estar amaciado, ou seja, conhecer o enredo ,personagens e ler os livros porque só assim ao seriado fará sucesso. Isso pode fazer com que ele se passa despercebido entre tantos outros grandes mestres da telinha (plinplin globo feelings) como Game of Thrones séries de novas temporadas que tenham enredos mais elaborados (não que esse não tenha, o problema é que ele foi feito para ser uma cópia, então, porque assistir The Selection se temos a linda da Kat e o Peeta pra nos dar emoções?).


O segundo problema é que ainda não é uma certeza que ela irá ao ar, ela terá que passar pela aprovação da CW e concorrer com outras novas séries, então, o futuro é bem incerto. 

Na minha mais humilde opinião ela ficará como The Secret Circle, Hellcats, V e The Nine Lives of Chloe King: eram ótimas mas não souberam utilizá-las bem,logo,foram esquecidas pelo tempo e agora se encontram na vasta lista de obras (porque eu as caracterizo assim) cancelas ou não-terminadas, ou por enrolarem demais, ou por pouca divulgação, ou pela mesmisse, ou por.. ou por..

É, realmente, um destino MUITO incerto, mas espero que sirva para atrair os fãs de HG e não para conquistar o ódio deles.

0 comentários:

Tecnologia do Blogger.

Amanda, ou Tama, ariana de 17 anos. Formanda, viciada em muitas coisas, projeto de geek e chata de coturnos, porque galocha não é legal.

Instagram

Dê um like!

Seguidores

Assine os feeds

Parceiros

No seu blog

Arquivos